Início | Meio Ambiente | Defesa de Animais | Aprovado na Câmara projeto de lei sobre recolhimento de cadelas no cio

Aprovado na Câmara projeto de lei sobre recolhimento de cadelas no cio

17/06/2020 | Defesa de Animais

Vereadora Juliana Damus defendeu a proposta e entende que isso pode ajudar a diminuir o número de animais abandonados pelas ruas

Foi aprovado pelos vereadores da Câmara Municipal o substitutivo ao Projeto de Lei Complementar nº 16/2020, que inclui a hipótese de recolhimento de cadelas no cio no protocolo estabelecido na Política Municipal de Proteção aos Animais da Prefeitura de Araraquara.

O projeto, que teve iniciativa do Conselho de Proteção e Defesa dos Animais e foi defendido pela vereadora Juliana Damus, é de suma importância, uma vez que aumenta o rol de proteção previsto na Lei Complementar nº 827, de 10 de julho de 2012, possibilitando o recolhimento dos animais fêmeas abandonadas, que estejam no período do cio.

“Hoje temos sob responsabilidade do município 200 gatos e mais de 250 cães; um número alto, que traz muitas despesas aos cofres públicos, e principalmente, sofrimento aos animais. Com a aprovação deste projeto, podemos evitar com que haja ninhadas desordenadas e animais espalhados pelas ruas”, afirmou Juliana.

A presidente do Conselho de Proteção e Defesa dos Animais, Carolina de Mattos Galvão, entende que há vários benefícios no recolhimento das fêmeas no cio. “Com a inclusão de fêmeas no cio, haverá diminuição de recolhimento de prenhes e ninhadas, colaborando para o controle populacional dos animais e contribuindo para que a população de animais errantes diminua. Nunca é demais reforçar que além dos benefícios para a saúde do animal, a castração é o único meio eficaz de controle populacional. Isso é de grande importância para a proteção animal na cidade. Nossos agradecimentos à vereadora Juliana que prontamente acatou a nossa solicitação”, concluiu.

Outra novidade decorrente deste projeto é que os animais que forem apreendidos, recolhidos ou resgatados, ficarão sob os cuidados de médicos veterinários, em serviços que serão prestados pela Prefeitura ou entidades conveniadas.

Entretanto, o animal resgatado em virtude de abandono, proposital ou não, estará à disponibilidade de recuperação por seus tutores, cuidadores ou criadores, que deverá arcar com as despesas referentes ao abrigo, cuidados médicos e alimentação, além de retirá-lo no prazo de 10 dias. Os trâmites serão acompanhados pela Coordenadoria Executiva de Bem-Estar Animal, que fará uma pesquisa de identificação pelo tutor, cuidador ou criador do respectivo animal apreendido.

Foto: Imprensa da Câmara

Veja outros artigos

Juliana Damus quer fim dos maus tratos contra animais
Por Luís Fernando Laranjeira A vereadora Juliana Damus (PP) espera ver o Parque Infantil lotado, 22 de janeiro, na...
Comissão começa a definir protocolo para atendimento a animais
Por Luis Fernando Laranjeira A Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais reuniu-se na Biblioteca “Mário de Andrade”,...
Empresa ganhadora de licitação tem 40 dias para entregar Castramóvel
Os recursos para aquisição foram viabilizados por emenda indicada pela vereadora Juliana Damus No último dia 19, foi...
Câmara aprova emendas de Juliana Damus para atendimento veterinário, castração de animais e museu da roça
Um dos projetos tem custo estimado de R$ 200 mil para a aquisição de trailer equipado para o atendimento...
Cidade amplia legislação de proteção aos animais
Por Luis Fernando Laranjeira Com o objetivo de ampliar a legislação municipal de defesa dos animais foi criada na...
Violência contra animais pode ser solucionada após requerimento de Vereadora
Por Laís Françoso Considerando ser um dever do Estado a proteção dos animais e o combate aos maus tratos, a vereadora...
Emendas de Juliana Damus destinam-se à defesa dos animais
Por Luis Fernando Laranjeira A vereadora Juliana Damus (PP) á autora de duas emendas ao orçamento do Município para...
Ação que questionava ‘Lei dos Fogos’ é julgada improcedente pela Justiça
Vereadora Juliana Damus é a autora da lei, que regula soltura de fogos em Araraquara Na tarde de quarta-feira (12), o...
Marcelo autoriza criação do Conselho de Proteção aos Animais
Por Hamilton G. P. Mendes Agora é oficial, e Araraquara, depois da iniciativa da vereadora Juliana Damus (PP), e do...
Créditos para a causa animal, habitação, infraestrutura e saúde estão na LDO 2020
Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 tem medidas propostas por Juliana Damus A Prefeitura Municipal publicou em...

Pin It on Pinterest